Livros que você precisa ler

Como cães enganchados

Antoine Leouf

Como cães enganchados – 1998 – Ed. Maipú.

França

(1959)

“Presos e de costas um para o outro: Michel e Jeanne. Presos e de costas para si mesmos: “Michel e Jeanne”. Presos e de costas para o mundo – Michel, Jeanne. Presos: Michel/Jeanne””. Como cães enganchados é um romance que pulsa em deliciosa perspicácia, uma luz inteiramente nova na vida dos homens comuns. Ela, de família árabe, trabalha em uma tapeçaria. Ele, operário em uma fábrica de automóveis. Dois que, solitários, sonham. Ele com um livro que descreve um mundo onde absolutamente tudo possui uma estátua, desde o mais reles rato ao governante máximo. Ela com uma tapeçaria perfeita, que conte a sua vida em imagens. O romance é um festim de prosa livre, com diferentes registros para primeira e terceira pessoa onde se repete o leitmotiv dos cães enganchados após o coito. Leouf, por sua vez, é um especialista em criar inadaptados de todas as formas, sempre perseguidos pelo poder transfigurador do medo. Criado em uma família intransigentemente conservadora, o autor vive hoje no sul da França e escreve apenas poemas em língua occitânia.

Trechos:

“Nesse livro, nesse sonho, tudo era estátua, como se sua habitante fosse uma única medusa.” (Pág. 75)

“Ela, na banheira, como uma estranha medusa, os cabelos são os únicos a denunciar vida.” (Pág. 113)

“Os mortos continuam mortos. E isso encerra tudo.” (Pág. 156)

“O sonho como um animal marinho, cabeça de cavalo, crina de anêmonas e a espuma grossa do medo.” (Pág. 215)

“- Eu era muito calor. As babas do que se fala, pilhando, óierbando o vai-e-vai da vida.” (Pág. 261)

“- O silêncio do olhar da medusa.” (Pág. 293)

Tradução: Tibério Costa Júnior.

Anúncios

2 comentários em “Como cães enganchados

  1. Cães enganchados: vai dizer que vc não se inspirou em minha rusga com o Refrator? Se o Sérgio Rodrigues tava querendo direito de autor por um sintagma, imagine qdo vou sugar de vc agora! 🙂

    • Bernardo
      10/10/2011

      Nas rusgas de vocês e nas minhas rugas. O dinheiro já foi depositado na sua conta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 10/10/2011 por .
%d blogueiros gostam disto: