Livros que você precisa ler

Celerados

Matthias Doppler

Celerados– 2009– Ed. Lotus.

(1984)

Alemanha

Matthias Doppler tem um fascínio todo especial pela natureza do poder e suas metamorfoses. Neste Celerados, pensado como o primeiro tomo de uma trilogia, ele narra a história de Wallenstein, um escritor que busca escrever o livro perfeito, o superlivro, o livro acima de todos os outros livros. A ação transcorre num futuro próximo onde as pessoas são obrigadas a ter muitas relações sexuais com os mais diversos parceiros por um governo ditadorial, comandado por um homem chamado O tigre. A filha de Wallenstein, Sofia, é uma espécie de Anne Frank desta ditadura: uma garotinha que escreve um diário e sonha com uma vida normal enquanto o mundo desaba em orgias inimagináveis. As personagens de Doppler encontram-se à deriva num mundo que vendeu sua alma e sua individualidade. Wallenstein escreve no prólogo do seu superlivro (na verdade um compêndio sobre todas as formas literárias existentes e imaginárias) que gostaria que “os curiosos o frequentassem como quem brinca com as formas cambiantes reveladas por um caleidoscópio”*. A busca de Wallenstein pelo livro perfeito leva a uma série de crimes perpetrados por um personagem denominado apenas como Grito. Aqui o autor parece fazer uma relação entre a criação literária e o poder. O texto é recheado de slogans e mensagens hedonistas, o estilo tem muito do que é chamado de “chispas poéticas” (dichterische Funken, em alemão). Doppler descreve um mundo que soa familiar mas não é o nosso. Por muito pouco.

* O trecho citado por Wallenstein via Matthias Doppler  é, ipsis litteris, um trecho do prólogo do Livro dos seres imaginários de Borges. O que nos leva a imaginar que o livro de Wallenstein também pode ser lido como uma homenagem à imaginação infinita dos homens e os crimes cometidos por Grito são o da liberdade e o da individualidade.

Trechos:

“Só ele faz assim, tira ou dá.” (Pág. 44)

“A verdadeira vida se vive aqui, disse O tigre.” (Pág. 57)

“Desperte O tigre, cumpra com sua cota diária de vinte orgasmos.” (Pág. 78)

“A busca pelo poder é como um câncer que se multiplica em silêncio, numa orgia de células podres.” (Pág. 109)

“Depois

Da minha morte

Sofia

Só volto pra te buscar

Porque o teu nome

Sofia

É como um peixe abissal.” (Pág. 123)

Tradução: Hans Peter Silva.

Anúncios

2 comentários em “Celerados

  1. paulopaniago
    05/10/2012

    fiquei muito interessado por todos esses livros e pretendo comprar cada um dos títulos justo antes de morrer, para ler todos, contando que o tempo estará a meu favor. tenho para mim que doppler é um cara que não está sozinho, ouvi dizer que tem uma banda que o acompanha e que eles se apresentam num pé-sujo alemão como doppler e sua gangue. é possível confirmar essa informação ou, talvez o contrário, desmenti-la de vez?

  2. Bernardo
    05/10/2012

    Caro Paulo, entramos em contato com a assessoria de Mathias Doppler no Brasil e eles nos responderam com o seguinte e-mail:

    “Prezado Bernardo Brayner,

    O Sr. Mathias Doppler tem uma banda de Anarco-Punk extremamente agressivo na Alemanha, baseada na cidade de Bochum, composta apenas por escritores. A banda se mantém dormindo a maior parte do tempo, e uma vez por ano se reúne em algum lugar para fazer apenas um show/sarau. Bis Bald”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 27/08/2012 por .
%d blogueiros gostam disto: